Google+ Followers

terça-feira, 30 de novembro de 2010

QUANDO A SAUDADES BATE...

Hoje fazendo almoço, coloquei uma seleção do poetinha para eu e o amor-bebê ouvirmos... Não é que me deu uma saudades louquíssima da minha amissíssima queridíssima Tó? Não deu outra, liguei para ela na hora e disse: ' TÓ LOUCA DE SAUDADES!' Ela para variar super alto astral, põe qualquer um para cima, por isso que cada dia que passa está mais linda! Amiga: nós nos bastamos, adoro você muitão!

TÓ E BABO QUERIDO QUE É UM 'ANJÃO' A OLHAR POR NÓS (sei que ele odiaria se eu escrevesse anjinho)

VIVA O M 113 !

Um grande aliado dos policiais do Rio, o M 113, foi um grande sucesso nessa grande 'faxina' que passou a cidade maravilhosa...Pela TV podemos ver os cariocas mais tranquilos e felizes, o Rio voltando a ser aquele Rio cantado pelo Poetinha...
Essa reprtagem acabei de ler no Ig e fico muito feliz por mais essa vitória do Rio de Janeiro.

Entre drogas e armas, tráfico perde pelo menos R$ 23 milhões

iG calculou a quantia perdida por traficantes em apreensões feitas pelas polícias no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro

Vinte e três milhões e seiscentos e seis mil reais. Essa é a estimativa mínima de dinheiro que traficantes da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, perderam em apreensões de armas e drogas feitas pelas polícias civil e militar desde quinta-feira até esta segunda-feira (29).Os cálculos foram baseados na arrecadação mínima da venda de maconha e cocaína, além do prejuízo com a perda de armamentos, que são obtidos pelos traficantes por um preço até 10 vezes maior que a venda comercial para as Forças Armadas.

O maior golpe das polícias foi em um dos principais produtos de lucro dos traficantes: a maconha. Em cinco dias, foram apreendidas 36,250 toneladas da droga, uma perda de, no mínimo, R$ 18,125 milhões em venda.

De acordo com o titular da Dcod (Delegacia de Combate a Drogas), Pedro Medina, um quilo da droga prensada, após ser transformado em trouxinhas para o varejo, pode ser vendido de R$ 500 a R$ 2 mil. “Um tablete de maconha pesa cerca de um quilo. Se misturado a outras substâncias, esse mesmo quilo pode render até cinco da droga. O preço varia de acordo com a pureza da maconha”, disse.
Ainda de acordo com o policial, que está há dois meses a frente da especializada, a cocaína é o entorpecente que tem a maior relação de quantia e lucro. O faturamento de um quilo da droga, após ser vendido nos chamados sacolés, varia de R$12 mil a R$ 15 mil.
Durante as operações, foram apreendidos 285 quilos de cocaína. Ou seja, o tráfico deixou de arrecadar, calculando como base o preço do quilo a R$ 12 mil , pelo menos R$ 3,420 milhões.
Segundo Medina, não é possível fazer uma estimativa do lucro mensal do tráfico de drogas, mas as apreensões e a perda do território foram determinantes para desarticular um ciclo de violência. “Com essas apreensões eles não têm dinheiro para comprar armas e, assim, não tem poder para subjugar moradores”, afirmou.

M 113

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

CACHORROS QUE AMO...

O IG está com uma mostra de fotos de cães, selecionei algumas para postar aqui.

 
Entrega de leite feita por carrinhos puxados por cachorros. Burges, 1925.

Cães da raça Dachshund são vistos durante uma instalação de arte intitulada Dachshund ONU no Museu de Melbourne. Austrália, 15 de maio de 2010.
 A atriz mirim Mary Ann Jackson com poodles em uma cena da série de Mack Sennett, intitulada The Jimmy Smiths. Estados Unidos, 1925
Cachorros da raça Poodle em frente a um circo em Coney Island, no bairro do Brooklyn. Nova York, 3 de agosto de 2007.
 Lassie (na verdade, filha da cadela Lassie) e o ator Tommy Rettig assitem o programa de TV  Lassie. Estados Unidos, 1956.
  Equipe de policiais da Coreia do Sul vasculha estação de trem de Seul, em 3 junho de 2004.

Cães de caça em Bromham. Inglaterra, 27 de outubro de 2010.

 O pastor Stephen Dickson com um cão e ovelhas. Ilhas Malvinas, 7 de fevereiro de 2007.

 Caçadores e seus cães são julgados durante o Festival de Caça de Peterborough, no leste da Inglaterra, em 21 de julho de 2010.
 Um cão farejador checa as bagagens dos passageiros do Queen Mary 2, o maior navio de cruzeiro já construído, começar a viagem. Southampton, 12 de janeiro de 2004.
 Deficiente visual com seu cão-guia caminha em um parque. Kent, Inglaterra, setembro de 2005.
 Oficial de polícia brinca com seu cachorro em um terminal vazio, no aeropoto Charles de Gaulle. França, 16 de abril de 2010.
 Mike McCrae com seu trenó puxado por huskys siberianos em Blairgowrie. Escócia, 7 de janeiro de 2008.
Cão utilizado para puxar carrinho de transporte. França, 1900.
Modelo caminha pela passarela com um cão durante a Pet Fashion Week. São Paulo, 24 de abril de 2010.

 Cachorro usa uma máscara de gás especial e outro carrega rações para um soldado ferido durante a Segunda Guerra Mundial. Outubro de 1939.

 Soldados do Exército britânico do 3º Batalhão de pára-quedistas descansam durante operação em Kandahar, em agosto 2008.
 Policial e seu cão farejador inspecionam uma escada móvel no aeroporto de Haneda. Tóquio, 11 de novembro de 2010.
 Policial e seu cão farejador inspecionam uma escada móvel no aeroporto de Haneda. Tóquio, 11 de novembro de 2010.

 Cães durante uma corrida no Kingsley Greyhound Stadium Inglaterra, 14 de agosto de 2001.

 Detentas treinam cães-guia para deficientes visuais. Geórgia, 27 de agosto de 2002.
Alexandria Snyder, 5, portadora de leucemia, abraça sua mãe ao lado de Orville, um cão usado para terapia de pacientes, em um programa do Morgan Stanley Childrens Hospital.
Mordomo serve comida para cães durante o lançamento de um novo alimento para cachorros. Knightsbridge, Inglaterra, 1984.
 O Sargento Justin Schwartz e seu cão farejador de bombas Black, em uma colina na Província de Paktika, no Afeganistão, em 14 de outubro de 2009.
Aristocratas se reúnem antes da caça em frente a castelo situado em Clumber. Inglaterra, 31 de outubro de 1908.
Cães na abertura de temporada de caça à raposa, no Parque Neston. Inglaterra, 30 de outubro de 2010.
 Dois homens e um cão à procura de trufas, em Alba, no Piemonte, Itália.
 Cachorro da unidade canina de bombeiros da itália treina no meio dos escombros na vila histórica de San Gregorio.
 Cão inspeciona carga no armazém do Aeroporto Internacional de Dulles. Virginia, 2 de julho de 2008.
 Os atores gêmeos, Richard (à esquerda) e William Lakeworthy em gravação de filme junto com um cachorro. Estados Unidos, agosto de 1954.
 
O cão Quivers Pompeu lidera o grupo durante a primeira corrida de cachorros executada no Romford Greyhound Stadium. Inglaterra, 23 de setembro de 2010.

 Cães se apresentam na competição anual do  Westminster Kennel Club Dog Show, no Madison Square Garden. Nova York, 13 de fevereiro de 2007.
O cão Barney detecta percevejos durante demonstração de cães farejadores. Estados Unidos, 22 de setembro de 2010.
Prince, o mascote da Casa da Criança de Leytonstone, mostra a sua boas maneiras à mesa para seus jovens amigos. Inglaterra, 1 de novembro de 1932.
 Cão fareja entre os escombros à procura por sobreviventes de terremoto em 15 de abril de 2010 no condado de Yushu, em Qinghai, província da China.
John Barton, do Exército dos EUA, com seu cão Ray-Ray. Afeganistão, 29 de junho de 2010.

O cabo da Marinha americana Jonathan Eckert espera por um helicóptero de resgate. Afeganistão, 17 de outubro de 2010.
 Cena do filme O Caso Dreyfus dirigido por FW Kraemer e Rosmer Milton, 1931.

SURPREENDENDO A SEGUNDA - FEIRA

Segunda - feira é um saco nacional né, ou melhor, internacional, o diazinho!
Só para quebrar aquela rotina de que 'necessariamente tudo começa na segunda'...'que é dia de branco'... e coisa e tal, fiz um jantarzinho a luz de velas para mim e Mayara - filha número 2 - e o que ela mais gosta: camarão na moranga e risoto com creme e gorgonzola, para completar, sorvete de papaya com cassis de sobremesa..hum, mas tava bom!


RELATOS DE DOMINGO A NOITE

Cá estou eu, 'doicha' para escrever, mas a Mayara - filha número 2 - está usando o computador, então, estou aqui no meu velho caderninho dos tempos da facul, apesar que não gosto de escrever, pois minha letra de canhoteira é quase ilegível.
Citei aqui que mês passado vi a Lya Luft na Gabi né? - Gabi, Gabrielle para ser mais precisa, é nome da minha filhotona dog que ficou lá em Piraju com o vô Luiz Carlos, uma pequena dogue alemã - Pois é, vi a Lya 3 vezes e ainda achei pouco!Adoro aquela gaúcha! Na entrevista ela conta que foi abordada por um homem que disse: ' Lya, você escreve para mim!' MENTIROSO! Roubou minha fala, é para mim que a Lya escreve! Semana passada vi o artigo dela na Veja:' Mulher Limpinha' e amei como tudo que ela escreve.
Hoje, domingão, colocamos o bebê-amor na sua micro-piscina e ela achou o máximo! - mesmo depois da Mayara tê-la deixado escorregar feio e ela abrir o maior berreiro - Se sentiu numa piscina olímpica! Foi um sucesso e uma lindeza! A noite, fomos eu Mayara e Maryáh -  filhas número 2 e 3 - no mercado e depois na Rua do Papai Noel, o amor-bebê adorou, tantas luzinhas, enfeites e laços coloridos e crianças... Ela estava linda, com 1 vestidinho branco de joaninha que, acreditem, foi da mamãe! Então esse vestidinho deve ter pelo menos uns bons anos...Deixem para lá!

Agora estou sentada aqui no sofá - no maior calor do cão - de olhos mais que abertos na Pri e Fri, que estão feito duas esfinges no terraço, vai que não acabou o bendito cio!
Hoje a tarde falei com minha querida tia Ita - que é uma graça - adoro ela! E é claro, também a tia Zeny, tia Ninha e tia Lourdes, são pessoas mais que especiais na minha vida, que espelhei muitas das minhas atitudes e me ajudaram a formar meu caráter, não esquecendo da parte masculina: meu pai, meu saudoso vó Pedro e meu tio Luiz - por falar em tio Luiz, ontém falei com a tia Lourdes - o saudades louca que dá, ainda mais quando vai chegando o Natal...Natal...Lembro da minha infância, do cheiro da praça de Ourinhos onde eu ia com a querida tia Zeny ver o presépio e nas lojas de brinquedos - Empório Paulista - tem uma loja que não me lembro o nome, logo ali virando a praça, na rua da livraria Tomé - será que ainda existe a Tomé? - essa loja de brinquedos, eu ia com a tia Zeny ver o papai noel e me lembro também do cheiro do perfume dele...Depois os Natais lá em Bernardino, cheios de primos e comes e bebes - lembro quando o Meco, meu primo mais velho, me tirou de amiga secreta e me deu uma bonequinha linda vermelha, tipo fofolete, tenho até hoje, só não me lembro onde está - voltando aos Natais de Bernardino - o coisa boa - a gente - criançada - morria de fome e chorava, daí alguém sempre dava um pouquinho de comida antes da meia-noite, porque a gente não aguentava esperar né! E o presentes? Ahhhh os presentes...Eram tantos! E é claro, os melhores da tia Zeny, sempre! A mama - vó Cida da minha prima Cibele - morava em frente minha vó Dirce e misturava todo o pessoal, para gente que era criança: eu, Dani, Marcinha, Vânia e a briguenta da Raquel, era uma festa! Até velório quando a gente se juntava era uma festa, principalmente eu e a Daniela que nunca brigavámos - e hoje ela tem o Miguel, que é 3 meses mais velho que meu amor-bebê. Depois, na adolescência, veio os Natais na casa da tia do meu coração, Toninha e mesmo com o estresse que o Marcinho fazia antes da ceia - maioria comigo - eram maravilhosos! O último Natal que passei em Piraju, tem uns 4 anos, foi lá, apesar de estarmos em número bem menor de pessoas, foi maravilhoso como todos os outros! E aquele Ano Novo passei com a tia Ita, filhas, genros, netos e cachorros, lá no sítio da Graça, onde minha prima Aline me fez a apresentação a gostosa e carnuda lixia.
Agora vai chegando de novo essa época natalina e fica tudo mais bonito, mais vermelho e dourado, mais com vontade de achar um papai noel - acredito cegamente nele - e o coração fica mais sensível...apertadinho de saudades dos bons tempos que passamos lá no 'interior' de São Paulo com nossa gente...Tenho vontade de ir - embora nossos últimos Natais foram ótimos por aqui, com a Inês, Zilda, família e amigos - mais nesses tempos a nostalgia invade forte o coração e os olhos da gente e dá uma saudades, ú se dá! Nesse Natal não posso sair daqui mesmo, devido ao novo job da Mayara; e diz a Thayná -filha número1 - que terá 15 dias de folga e que irá para Piraju tirar a carta de motorista -  jurei para ela que fico de mal e ela sabe que fico - se ela não passar o Natal conosco, nunca deixamos de passar juntas, ainda mais esse que será o primeiro natal da Maryáh.
Ano Novo ainda não sei, a Mayara disse que terá uns dias de folga, quem sabe uma praia... ou até Piraju? Sei que janeiro vou para lá, quero ficar uns dias com minha 'mãe' Zeny lá em Berna e também levar a Maryáh lá em Paraguaçu para conhecer a tia Lourdes, tio Luiz e o resto da parentagem...Tomara a Deus que dê certo!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

FÉRIAS DA PRISCILA E FRIDA COM DESTINO CERTO!

Clube de Cãompo (SP) inaugura piscina para cachorros 
 
O Hotel Fazenda Clube de Cãompo, hospedagem especializada para cães em Itu (SP), acaba de inaugurar uma piscina especialmente desenvolvida para atividades esportivas, recreativas e de adestramento para os pets. A construção do espaço aquático recebeu o investimento de R$ 40 mil e tem como objetivo ampliar o leque de serviços oferecidos e potencializar ainda mais o crescimento do local, hoje estimado em 15% ao ano.

"Queremos nos tornar uma referência também quando o assunto é um espaço no qual os proprietários podem encontrar diferentes modalidades de atividades de condicionamento físico, soluções de adestramento e sobretudo muita diversão para seus cães", pontua o médico veterinário e dono do hotel Aldo Macellaro Jr.
Construída com 10 metros de comprimento, 4 metros de largura e 1,30 de profundidade, a piscina vai receber inicialmente aulas de natação, voltadas tanto para o condicionamento físico quanto para o treinamento de cães atletas ou de guarda; atividades de recreação, lazer e socialização; adestramento para animais que moram em casas com piscina.
 
O Clube de Cãompo conta com uma área verde de 60 mil m², assistência veterinária 24 horas, profissionais especializados em comportamento animal e uma infraestrutura com 125 chalés individuais, sendo 48 deles adaptados para receber os animais de pequeno porte. 
fonte:www.hoteliernews.com.br
 
www.clubedecaompo.com.br
 
Piscina será usada para atividades esportivas e recreativas dos pets (foto: divulgação)

RECEITINHAS

MOUUSE DE GORGONZOLA

200 gr de gorgonzola
1 lata creme de leite
1 lata água fervendo
1  gelatina sem sabor
3 dentes de alho
sal e pimenta a gosto

Modo de fazer:
Dissolva a gelatina na água e depois bata tudo no liquidificador, unte um pirex com óleo e leve para gelar.

UM RESORT PARA MARYÁH

Tenho uma amiga que quando nasceu seu bebê, ela ficou tão esgotada com os choros da madrugada, que um dia ela e o marido levaram o rebento para um hotelzinho - não tinha nem 1 mês - para que o casal tivesse uma noite de sono e não a condeno, 'sono doi', dicifil lidar com a hiper-atividade de um bebê dia todo se você não dorme a noite. Falando no assunto...- lá vem - a Maryáhzinha - filha número 3 - há 3 noites não dorme e é claro, não me deixa dormir também. Quer porque quer dormir com a bendita teta na boca, a 'noite toda!' Essa noite ela chorou tanto, que a coitada da Mayara também não dormiu nada ...e chora sem abrir os olhos! Levantei várias vezes, uma delas para tomar 1 dorflex - estava com as costas em fragalhos - de tanto ficar 'estátua' para ela dormir com a teta na boca...Acordei de manhã e ela continuou dormindo gostosoooooooooo... Agora está aqui, na maior farra no chão da sala!

QUEM AQUI PRECISA DE FISIOTERAPIA?

RELIGIÃO X ESPIRITUALIDADE

Não suporto a maioria dos padres - raras exceções, pois tive um amigo de Fartura -S.P. na turma na Wizard que era padre e ele era sensacional - os acho egocêntricos, hipócritas, pedófilos e com teomania imensa, julgadores dos poderes divinos, cuspindo castigos e demônios a quem se atrever a sair fora do seu modo de pensar, esquecendo assim o que fazem 'nos bastidores'. Gostei muitíssimo do texto que acabei de ler no blog  http://sem-firulas-blog.blogspot.com, pelo pastor René Kivitz e o coloquei aqui. Lembrando a todos que nasci de mãe presbiteriana e pai católico, com avós fervorosas nas duas religiões, fui batizada na católica e com formação na presbiteriana e hoje frequento - muito pouco infelizmente - o centro espírita, onde acho que estão os verdadeiros ensinamentos divinos: Respeito, Paz e Amor.

A incoerência dos cristãos 

Segue um belíssimo texto, escrito por um pastor (da Igreja Batista de Água Branca), sobre a incoerência de tantos dos que se dizem cristãos. O texto refere-se ao episódio envolvendo os jogadores do Santos numa visita ao Lar Espírita Mensageiros da Luz, que cuida de crianças com deficiência cerebral, para entregar ovos de Páscoa, os jogadores evangélicos se recusaram a entrar por se tratar de uma entidade kardecista. 

Reflexão para a paz

Ed René Kivitz, cristão, pastor  e santista desde pequenininho.
Os meninos da Vila pisaram na bola, mas prefiro sair em sua defesa. Eles não erraram sozinhos. Fizeram a cabeça deles. O mundo religioso é mestre em fazer a cabeça dos outros. Por isso, cada vez mais me convenço que o Cristianismo implica na superação da religião, e cada vez mais me dedico a pensar nas categorias da espiritualidade, em detrimento das categorias da religião. A religião está baseada nos ritos, dogmas e credos, tabus e códigos morais de cada tradição de fé. A espiritualidade está fundamentada nos conteúdos universais de todas e de cada uma das tradições de fé.

Quando você começa a discutir quem vai para céu e quem vai para o inferno, ou se Deus é a favor ou contra a prática do homossexualismo, ou mesmo, se você tem que subir uma escada de joelhos ou dar o dízimo na igreja para alcançar o favor de Deus, você está discutindo religião. Quando você começa a discutir se o correto é a reencarnação ou a ressurreição, a teoria de Darwin ou a narrativa do Gênesis, e se o livro certo é a Bíblia ou o Corão, você está discutindo religião. Quando você fica perguntando se a instituição social é espírita kardecista, evangélica, ou católica, você está discutindo religião. O problema é que toda vez que você discute religião você afasta as pessoas umas das outras, promove o sectarismo e a intolerância. A religião coloca de um lado os adoradores de Alá, de outro os adoradores de Yahweh, e de outro os adoradores de Jesus. Isso sem falar nos adoradores de Shiva, de Krishna e devotos do Buda, e por aí vai. E cada grupo de adoradores deseja a extinção dos outros, ou pela conversão à sua religião, o que faz com que os outros deixem de existir, enquanto outros, e se tornem iguais a nós, ou pelo extermínio, através do assassinato em nome de Deus , ou melhor, em nome de um deus, com d minúsculo, isto é, um ídolo que pretende se passar por Deus.  

Mas quando você concentra sua atenção e ação, sua práxis, em valores como reconciliação, perdão, misericórdia, compaixão, solidariedade, amor e caridade, você está no horizonte da espiritualidade, comum a todas as tradições religiosas. E quando você está com o coração cheio de espiritualidade, e não de religião, você promove a justiça e a paz. Os valores espirituais agregam pessoas, aproximam os diferentes, fazem com que os discordantes no mundo das crenças se dêem as mãos, no mundo da busca de superação do sofrimento humano, que a todos nós humilha e iguala, independentemente de raça, gênero, e inclusive religião. Em síntese, quando você vive no mundo da religião, você fica no ônibus. Quando você vive no mundo da espiritualidade, que a sua religião ensina – ou pelo menos deveria ensinar, você desce do ônibus e dá um ovo de páscoa para uma criança que sofre a tragédia e a miséria de uma paralisia mental. 
PARABÉNS PASTOR RENÉ 

ETIQUETA AO TELEFONE

Resolvi abordar o asunto devido as várias ligações que recebo em casa - pessoais e comerciais - fora de hora e quando comerciais, sem nenhum tipo de treinamento e informação sobre o assunto que irão abordar.

Lembrando: 
ANTES DAS 10HOO DA MANHÃ E APÓS AS 22H00, NÃO SE LIGA NA CASA DOS OUTROS - AINDA MAIS NA MINHA QUE TENHO BEBÊ! ISSO SERVE TAMBÉM PARA OS HORÁRIOS DE REFEIÇÕES - ALMOÇO E JANTAR - Esses dias uma secretária de um médico me ligou antes da 7h00 da manhã para confirmar uma consulta que nem estava marcada!

telefone residencial
 Sempre que telefonar para uma casa de onde você conheça todos os moradores, cumprimente quem lhe atendeu antes de chamar a pessoa com a qual realmente deseja falar.
Troque o "quem está falando?" pelo "de onde fala?".
Sempre pergunte se a pessoa que ligou quer deixar recado, caso a ligação seja para alguém que esteja ocupado ou tenha saído.
 Se a pessoa se identificar usando o título de doutor, professor, etc., trate-o pelo título, nunca somente pelo nome.
Enquanto estiver falando ao telefone, não faça outras coisas como digitar, mexer com papéis etc. A pessoa do outro lado, com certeza, vai perceber e pode achar que você não está lhe dando a devida atenção.
Não coma enquanto estiver ao telefone. Mesmo o som de uma
simples bala, chiclete ou pastilha é percebido pelo interlocutor e pode ser interpretado como pouco caso seu.
 Não tussa, espirre nem assoe o nariz diretamente diante do
telefone. Desculpe-se e afaste-se do aparelho por alguns instantes.
Se precisar deixar o aparelho por alguns instantes, coloque-o com cuidado sobre a mesa para não fazer barulho.
Se você recebeu a ligação e precisa de algum tempo para dar uma resposta, comprometa-se a ligar, informando quando e a que horas telefonará.

telefone comercial
Ao atender uma ligação suponha sempre que possa ser um novo cliente, portanto atenda com alegria e gentileza - a forma de atender, quando é grosseira, põe a perder todo o investimento em marketing, imagem etc. Se a pessoa quer falar com alguém próximo a você, e ela não puder atender, explique o fato, e se ofereça para ajudar no que for possível. Ou, informe aproximadamente quando a pessoa poderá ligar de volta (não deixe pessoas esperando ao telefone!). Se a pessoa tem um problema, e não pode atender, mostre que você vai fazer o necessário para resolvê-lo (não fique informando que é responsabilidade de outro, ou desleixo da empresa, etc.).
Ligações e atendimentos através de secretárias e/ou telefonistas: proíba terminantemente as expressões "meu querido", "meu bem", "meu amor", ou equivalentes. Treine para uma conversação curta, objetiva e educada. Ensine que mulheres devem dizer "obrigada" e homens, "obrigado". Proíba o atendimento comendo, ou mascando chiclete. Peça para um amigo ligar, de tempos em tempos, para avaliar a qualidade do atendimento, e relatoriar para você.
Com telefones celulares: felizmente a moda e o status já passaram! Agora você já sabe que deve desligá-lo em muitas ocasiões (restaurantes, aviões, teatros, cinemas, reuniões, etc.). Também deve se afastar do grupo, se desculpando, quando tiver que atender, ou fazer, uma chamada urgente - o assunto deve ser sempre só seu, portanto fale em voz baixa. Verifique sempre sua "caixa postal", retornando a ligação aos que ligaram. 


NÃO AGRADANDO NEM A GREGOS NEM A TROIANOS

Quando associo : Thayná - filha número 1 - + comida, me vêem aquele versinho que ouvia da minha tia Zeni desde pequena: 
Menino luxento você quer pudim? Não mamãezinha, está muito ruim!
       Menino luxento você quer empada? Não mamãezinha, está muito salgada!
     Menino luxento você quer  assado? Não mamãezinha, está muito tostado! 
 Menino luxento você quer salada? Não mamãezinha, está muito aguada!
  Menino luxento você não quer nada? Menino luxento pois tme palmadas!

Na sexta fiz um doce de morango - que ficou divino - e disse para Mayara - filha número 2 - 'coma só um pouquinho e deixe para Thayná.'
No sábado quando Thayná chegou e falou: ' Não tem um docinho?' eu disse: ' tem sim, fiz 1 de morango para você.' Ela abriu a geladeira, viu o doce e disse: ' Ai que nojo! Não fui com a cara dele.' Que raiva!
Mas não para por ai, no domingo fiz strogonoff de carne, assim que fui pondo á mesa a luxenta esgarniçou: VOCÊ POS CHAMPIGNON, EU NÃO GOSTO!', eu disse: 'Ué, não gosta tira', a birrenta:' MAS DAÍ VAI FICAR COM 'GOSTO' DE CHAMPIGNON', eu já macaca velha voltei com outra travessa de strogo, só que de frango e disse: 'ta ai, tem de frango também, SEM CHAMPIGNON, quero ver reclamar agora'..Fiquei satisfeita com minha espertice, 'achando' que havia agradado a gregos e troianos, já que fiz 2 tipos diferentes de strogo, mas não é que a Mayara - que quase nunca reclama de comida - me disse: 'Mãe ficou uma delicia, mas o de frango está muito forte!'
É isso que da ser 'do lar', por mais que você se acabe para fazer as coisas para agradar, tem sempre um ou dois para 'pentelhar'..Isso porque fiz o strogo como sempre faço, sem tirar nem por nadinha..mas fiquei feliz, pelo menos dessa vez Marcelo também não deu seu palpite..Como diz o ditado' Barriga cheia, goiaba tem bicho'..



sábado, 20 de novembro de 2010

SABADÃO

Hoje foi a primeira vez que meu amor-bebê comeu sua papinha salgada e parece que não gostou muito...

A noite a 'familhagem' toda foi lá no Müller conhecer o novo job da Mayara e levar o amor-bebê conhecer o bom velhinho...

E depois, é claro, acabou tudo em pizza!